segunda-feira, junho 30, 2008

Hyperwall 2 - The World's Highest Resolution Scientific Visualization System - Gizmo Watch



Hyperwall 2 - The World's Highest Resolution Scientific Visualization System - Gizmo Watch: "NASA has developed the world’s highest resolution scientific visualization and data exploration system. Christened the Hyperwall-2, it measures 23 x 10 feet and uses 128 screens, which are driven by 128 graphic processing units. There are a total of 1,024 processor cores capable of displaying quarter billion-pixel graphics. This mind-boggling system can handle 475 terabytes of data and is used to analyze such images, which are difficult for the human eye to perceive. Hyperwall-2 has a processing power which is hundred times more than the original Hyperwall developed in 2002. Hyperwall-2 will be integrated with specialized software and is expected to help NASA in studying the safety of new space exploration vehicle designs, atmospheric re-entry analysis for the space shuttle, earthquakes, climate change, global weather and black hole collisions, and also detect problems with supercomputers used by NASA."

Digital Drops » Blog Archive » NASA Testa Veículo Robótico para Voltar a Lua


Digital Drops » Blog Archive » NASA Testa Veículo Robótico para Voltar a Lua: "A NASA está desenvolvendo um novo conceito de veículo para ser usado na missão de volta a Lua, que deve acontecer antes de 2020. O CMCP (Crew Mobility Chassis Prototype) tem uma enorme mobilidade, com rodas que podem ser giradas individualmente em qualquer direção, dando ao veículo a capacidade de sair de praticamente qualquer situação."

Artificial Intelligence Will Leap Humans by 2020


Artificial Intelligence Will Leap Humans by 2020: "Artifical intelliegence will surpass human intelligence after 2020, predicts Vernor Vinge, 62, a pioneer in AI, who in a recent interview warned about the risks and opportunities that an electronic super-intelligence would offer to mankind.
Vinge is a retired San Diego State University professor of mathematics, computer scientist, and science fiction author who is well-known for his 1993 manifesto, 'The Coming Technological Singularity, in which he argues that exponential growth in technology means a point will be reached where the consequences are unknown. He is best known for his Hugo Award-winning novels A Fire Upon the Deep, in which he envisions a galaxy that is divided up into 'zones of thought', in which the further one moves from the center of the galaxy, the higher the level of technology one can achieve, and A Deepness in the Sky, a preqel.
Exactly 10 years ago, in May 1997, Deep Blue won the chess tournament against Gary Kasparov. Was that the first glimpse of a new kind of intelligence? Vinge was asked in an interview with Computerworld yesterday.
'I think there was clever programming in Deep Blue,' Vinge stated in the Computerworld interview, 'but the predictable success came mainly from the ongoing trends in computer hardware improvement. The result was a better-than-human performance in a single, limited problem area. In the future, I think that improvements in both software and hardware will bring success in other intellectual domains.'"

Will a Computer “Symbiote” be Implanted in Future Human Brains?


Will a Computer “Symbiote” be Implanted in Future Human Brains?: "Will future humans have computers implanted in their brains? Researchers are developing a neural implant that can think independently—just like the human brain does. Creepy? Yeah. Cool? Definitely. Scientists at the University of Florida aren’t just creating a neural implant that can translate human brain signals, but one that can act independently to increase its efficiency and synergy with the brain as it learns new things.
'In the grand scheme of brain-machine interfaces, this is a complete paradigm change,' said Justin C. Sanchez, Ph.D., a UF assistant professor of pediatric neurology and the study's lead author. 'This idea opens up all kinds of possibilities for how we interact with devices. It's not just about giving instructions but about those devices assisting us in a common goal. You know the goal, the computer knows the goal and you work together to solve the task.'
These “brain computers” are programmed with complex algorithms that can interpret thoughts. But the algorithms used in current brain-machine interfaces are incapable of adapting to change, Sanchez explains. They are order-takers, but not adaptive problem-solvers."

Digital Drops » Blog Archive » Um Sistema de Vídeo Conferência Holográfica Estilo Star Wars!


Digital Drops » Blog Archive » Um Sistema de Vídeo Conferência Holográfica Estilo Star Wars!: "Você já imaginou fazer uma vídeo conferência holográfica, no melhor estilo Star Wars? Pois é exatamente o que promete a Digital Video Enterprises, com o seu sistema de telepresença DVE Telepresence Stage, que projeta imagens e objetos em 3D em tamanho real como se estivessem flutuando em um palco, em um efeito espetacular."

Kage Roi - An Intelligent Brainstorming System - Gizmo Watch


Kage Roi - An Intelligent Brainstorming System - Gizmo Watch: "Brainstorming sessions are an important part of a company’s planning and strategy development. However, during a brainstorming session, the members might run out of ideas, reach a deadlock, or simply they might not be able to think further. IT Company Kayac has teamed up with Keio University and developed a system, Kage Roi, which might help in brainstorming sessions. It would, when it materializes, listen to the members and bombard them with related data and images to help them generate new ideas. The system would rely upon speech recognition software, which would identify keywords and search the net and present the info on the table. The system is meant to be aesthetic and also features an ambient, multi coloured LED lighting system that is designed to encourage creativity by altering the ambiance and mood in the room. The company plans to manufacture and market it in the near future.
Via: PinkTentacle"

Kiva’s Mobile Robots Ensure Effective Retail Management - Gizmo Watch


Kiva’s Mobile Robots Ensure Effective Retail Management - Gizmo Watch: "management is a critical operation. It involves effective use of human resources to provide greater customer’s satisfaction. To help retailers, Kiva Systems has developed a set of low-cost mobile robots. Dubbed as Kiva Mobile Fulfillment System (MFS), these robots work collectively to transport goods directly to workers ensuring easy and efficient access to all inventory items round the clock. These robots are highly useful for eCommerce applications that demand single-order, accuracy and speed. Kiva’s orange robots bring items automatically to the warehouse workers. They don’t need move here and there inside the store. This robotic approach saves time and energy and increases workers’ productivity.
Kiva has developed these robots in line with WiFi technology. When the workers order for an item, the robots are informed through a Kiva server over a WiFi network. Then they take the products automatically.
US-based leading online retailer Zappos has very recently adopted Kiva Mobile Fulfillment System at one of its distribution centers for effective store management.
Via: Robotic 4 Future"

Ultrasonic Neuro-navigation System To Work On GPS Principles - Gizmo Watch


Ultrasonic Neuro-navigation System To Work On GPS Principles - Gizmo Watch: "Hospitals might not have to spend precious funds on expensive neuro-surgery equipment thanks to a mechanical engineer from the Southern Illinois University, Carbondale. Ajay Mahajan, a professor has developed an ultrasonic-based locational system to identify problems within the brain and thankfully it isn’t too invasive. Though neuro-navigation for brain mapping is not new, the technique involves using a camera, which invites human error. Mahajan’s system replaces the camera with a head restraint from which ultrasonic sensors branch off and map a probe’s movement through the brain in three dimensions. It works like the GPS system except that instead of satellites, ultrasonic receivers are used. It might cost just about 10% of what a neurosurgery equipment might cost. The project is still in a nascent stage and the prototype has not been created either."

Telexistence Realized - Gizmo Watch


Telexistence Realized - Gizmo Watch: "Have you ever wanted to be sitting in your home and be able to put on a helmet and be on the other side of the world? Researchers globally are working on such a thing whether it is half way around a virtual, real or a combination. Telexistence is where you are able to be in two places at one time and be able to have a real-time sensation of being at a place other than where you physically are, and being able to interact with your surroundings whatever they may be. Telesar is a prototype robot that does exactly this. Telesar may be the new ‘wave’ of the future by getting groceries for you, and going into the office to get things you may have left. You could just sit at home, and drive it to wherever you would want to go and it would be just like you were actually there getting it yourself. But this scenario not only saves stress of driving, but saves gas for going in."

domingo, junho 29, 2008

O Analista de Sistemas e a Engenheira

Um analista de  sistemas meio introvertido finalmente conseguiu realizar o sonho da sua vida:  
Um cruzeiro.  
Era a coisa mais doida que tinha feito  até então.
Estava  começando a desfrutar da viagem quando um furacão virou
o navio como se  fosse uma caixa de fósforos.
O rapaz conseguiu agarrar-se a um  salva-vidas e
chegar a  uma ilha aparentemente deserta e muito  remota.
Deparou-se com  uma cena belíssima: cachoeira, bananas, coqueiros...
mas quase nada  além disso.
Ele se sentiu  desesperado e completamente abandonado.
Vários meses se  passaram, até que um belo dia apareceu, remando,
uma belíssima  engenheira,daquelas de  fazer parar o trânsito.
A engenheira  começou logo uma conversa:
- Eu sou do outro lado da ilha. Você também  estava no cruzeiro?
- Estava! Mas onde conseguiu esse bote?
- Simples:  eu sou engenheira e usei meus conhecimentos!
Tirei alguns  galhos de árvores, sangrei umas seringueiras,
defumei até virar borracha, reforcei os  galhos e
fiz a quilha e  os remos com madeira de eucalipto.
- Mas... com que ferramentas?
- Bom,  achei uma camada de material rochoso, evidentemente formado por aluviões.  
Descobri que esquentando esse material  a certa temperatura,
ele  assumia uma forma muito maleável.
Mas chega disso! Onde você tem vivido  esse tempo todo?
Não vejo nada  parecido com um teto...
- Para ser franco, eu tenho dormido na  praia....
- Gostaria de ver a minha casa?
O analista de sistemas  aceitou, meio sem jeito..
A engenheira  remou com extrema destreza ao redor da ilha.
Quando chegou no 'seu' lado, amarrou a  canoa com uma corda que
mais parecia  uma obra-prima de artesanato.
Os dois  caminharam por uma passarela de pedras e
madeira  construída pela engenheira, e depararam,
atrás de um coqueiro, com um lindo  chalé construído sobre palafitas,
pintado  de azul e branco.
- Não é muito, disse ela, mas eu o chamo de 'meu  lar'.
Já dentro, ela procurou deixá-lo à vontade:
- Sente-se, por favor!  Aceita um drinque?
- Não, obrigado! Não agüento mais água de coco!
- Mas  não é água de coco!
Eu tenho um  alambique meio rudimentar lá fora,
de forma que  podemos tomar Piñas  coladas autênticas!
Tentando esconder a surpresa, o analista de sistemas  aceitou.
Sentaram  no sofá dela para conversar.
Depois de  contarem suas histórias, a engenheira perguntou:
- Você sempre teve  barba?
- Não. Toda a vida eu andei bem barbeado.
- Bom, se quer se  barbear, tem uma navalha lá em cima, no armarinho do banheiro..
O homem já  não perguntava mais nada.
Subiu uma  escada em caracol e foi em cima, no banheiro,
e  fez a barba com um complicado aparelho feito de osso e conchas,
tão afiado  quanto uma navalha.
A seguir, tomou  um bom banho, sem nem querer arriscar palpites
sobre como ela  tinha água quente no banheiro.
Desceu sem  poder deixar de se maravilhar com o acabamento do corrimão.
- Você ficou  ótimo! Vou lá em cima também me trocar por algo mais confortável.
Nosso  herói continuou bebericando sua piña colada.
Em  instantes a engenheira estava de volta, com um delicioso perfume de gardênias e
vestindo  um estonteante e revelador robe, muito bem trabalhado em folhas de  palmeira.
- Bom, disse ela, ambos temos passado um longo tempo sem qualquer  companhia....
Você não tem se  sentido solitário?
Há alguma coisa  de que você sente muita saudade?
Que lhe faz  muita falta e da qual todos os homens e mulheres precisam?
- Mas é claro,  disse ele esquecendo um pouco a sua timidez.
Tem uma coisa  que venho querendo todo esse tempo.
Até sonho com  isso à noite.
Mas... aqui  nesta ilha... sabe como é... era simplesmente impossível.
- Bom, ela disse  com um sorriso maroto, já não é mais impossível, se é que você me  entende...
O rapaz, tomado de uma excitação incontrolável, disse, quase sem  fôlego:
- Não acredito!
Você não está  querendo dizer que.. .....
você bolou um jeito de acessar a  internet aqui na ilha?

Como decidir se devemos fazer o upgrade para o Windows Vista


terça-feira, junho 24, 2008

Os Conceitos de Redes e as Relações Interorganizacionais

Inteligência Empresarial: ferramentas de apoio à tomada de decisão

 

Autores: Manoel Flávio Leal e Jefferson Carlos Martins

1. Introdução

A curiosidade, a busca e a descoberta de novos conhecimentos surgiram desde que o homem veio ao mundo. Esta inquietação permanente provocada pelo exercício contínuo do pensamento é reflexo daquilo que só os seres humanos têm de forma plena: a inteligência.

A evolução da busca do conhecimento está em constante crescimento nos últimos anos alcançou tal velocidade que foi inevitável que os cientistas buscassem transplantar as formas de raciocínio, memorização e pensamento (formulação de hipóteses) para máquinas, algoritmos e sistemas que permitiriam, de forma integrada, processar quantidades maiores de informação, liberando o homem de uma série de tarefas repetitivas como memorização, cálculos e hipóteses.

Os pesquisadores com o passar dos anos desenvolveram diversas ferramentas para suprir essas necessidades, entre elas estão técnicas de KDD (Knowledge Discovery Database), técnicas essas que têm como objetivo extrair conhecimentos em bases de dados. Em paralelo, as empresas começaram a armazenar cada vez mais dados de seus clientes/produtos, surgindo, assim, a necessidade de transformar estes dados em informações para suportar a tomada de decisão dos executivos.

As empresas cada vez mais precisarão conhecer os seus clientes/produtos através de sua base de informações para atender esta necessidade, nos últimos anos o Data Warehouse (DW) que tem sido apresentado como a solução para este tipo de problema, mas nem sempre esta é a melhor solução. Existem outras ferramentas tais como Database Marketing e Data Mining, que são melhores e apresentam custo bem menor, dependendo do escopo do problema. O objetivo deste artigo é apresentar essas novas ferramentas de apoio e fazer um pequeno comparativo entre Data Warehouse e Database Marketing.

2. Database Marketing (DBM)

Todos falam que o mundo está mudando, que as empresas precisam conhecer cada um de seus clientes, suas individualidades, suas necessidades, para que seja possível atendê-los de forma individualizada e sempre atender as suas necessidades de novos produtos/serviços. Na verdade, isto já existe há muito tempo. Isto é o que aquele pequeno comerciante da mercearia próxima da sua casa, provavelmente na sua infância, já fazia. Conhecia tudo sobre você e sua família, seus hábitos de consumo e principalmente como você gostava de ser tratado. O problema surge agora. O pequeno comerciante deveria ter em média uns cinqüenta clientes, e como conhecer um milhão de clientes de uma empresa? Surge então nesse contexto uma ferramenta que tem como objetivo gerenciar essas informações dos clientes. Esta ferramenta chama-se Database Marketing.

Para (Jackson, 2000), o Database Marketing é um método de longo prazo, voltado para o cliente e profundamente baseado em informações. O Database pode ser utilizado para interligar e orientar os esforços de marketing atuais, assim como para construir uma base completa de informações, de modo a orientar futuros projetos.

O Database Marketing é mais do que uma ferramenta, na verdade é um conjunto de habilidades. Habilidades estas que são compostas de quatro pilares:

- Marketing: A função do marketing abrange a consultoria estratégica e a execução criativa. É o profissional de marketing que vai identificar quais serão as informações necessárias para o desenvolvimento da estratégia de marketing com os seus clientes ou clientes em potencial.

- Tecnologia: Um ponto crucial na tecnologia é que o software de gestão do Database Marketing seja de conhecimento da empresa. Em muitos casos, quando esse controle é terceirizado, a empresa acaba perdendo o controle do que acontece com suas informações estratégicas.
- Estatística: Após a criação da base de dados, as habilidades em estatística são a força que move o Database Marketing. Os dados não têm valor algum se não puderem ser acessados de uma maneira que agreguem valor. A habilidade de segmentar dados e criar modelos permite que o profissional de marketing aperfeiçoe o processo de utilização das informações.

- Gerenciamento de dados: É fundamental para o Database Marketing, é aqui que o profissional de marketing deverá definir quais serão as informações necessárias para que o Database Marketing consiga responder todas demandas dos executivos. Fica aqui o lembrete para os profissionais de marketing: “Se colocarmos lixo (dados inconsistentes) no banco de dados, teremos lixo (informações conflitantes) como resposta”.

Para os profissionais de marketing pode-se dizer que os quatro pilares seriam como os quatro “Ps” da definição clássica do marketing. Produto, preço, praça e promoção.

2.1 Principais utilidades e características de DBM

O Database Marketing tem como objetivo auxiliar o profissional de marketing, através do gerenciamento de informações sobre os seus clientes e a comunicação através de diversos canais de contato. A seguir serão apresentadas as principais utilidades e características que tornam o Database Marketing uma ferramenta imprescindível para as empresas que se encontram em mercados competitivos.

2.1.1 Identificar os melhores clientes

O Database Marketing tem como tarefa fundamental possibilitar que a empresa identifique seus melhores clientes, possibilitando, assim, a geração de lucro no decorrer do tempo.

Todos sabem que as empresas têm maior interesse em manter seus clientes, do que em agregar novos clientes à sua base, devido ao seu preço de aquisição que pode chegar a ser cinco vezes maior do que manter um cliente da empresa.
Existem dois métodos utilizados freqüentemente para identificar os melhores clientes:

- RFV (Recência, Freqüência e Valor): Utilizando a análise RFV é possível construir um modelo que reflete o valor atual do cliente para a empresa, sendo possível também traçar uma previsão do seu valor em longo prazo.

- Análise Comparativa: Sua finalidade é a criação de segmentos de clientes na base da empresa. Uma vez definido este segmento, tenta-se buscar, em listas externas, clientes com as mesmas características dos segmentos encontrados na empresa.

2.1.2 Conquistar novos clientes

Quando se fala na conquista de novos clientes usando Database Marketing, as empresas podem definir dois tipos de clientes:

- Clientes com o mesmo perfil dos pertencentes à empresa;

- Clientes da concorrência.

Na aquisição de clientes com mesmo perfil dos pertencentes à empresa, um artifício amplamente utilizado é a compra de listas externas contendo o máximo de informações semelhantes às existentes na empresa. Com a posse dessa lista as informações são inseridas no Database Marketing. Em seguida, são realizados relacionamentos para identificar quais clientes da lista possuem perfil semelhante aos clientes da empresa. Uma vez identificado, monta-se uma ação de marketing para agregá-lo à base de clientes da empresa.

2.1.3 Tratamento de dados e de duplicação

Alguns dos dados existentes nas bases de dados operacionais são irrelevantes, impossibilitando, assim, a produção de informações. Este é um grande problema que o Database Marketing precisa resolver antes de conseguir suportar a tomada de decisão dos profissionais de marketing. Em geral os dados existentes nas bases de dados operacionais não possuem alguns critérios de validação, tampouco um tipo de padronização.

Devido a esses fatores faz-se necessária a utilização de processos de tratamento de dados, que consiste, na maioria das vezes, em identificar clientes que estão duplamente cadastrados nas bases de dados, sendo assim considerados dois clientes distintos em vez de um, esse trabalho é chamado de duplicação.

Outra tarefa imprescindível é a realização do tratamento fonético dos dados, pois em muitos casos os clientes são cadastrados com erros de digitação. Para identificar esse problema e agrupar os clientes, podem ser utilizados Algoritmos Fonéticos que geram uma chave resolvendo assim o problema de identificação.

2.1.4 Consolidação de dados por clientes

Existem várias maneiras de consolidar informações. Uma bastante utilizada pelos profissionais de marketing é a consolidação por household (mesmo endereço), que consiste em identificar vários clientes, que residem em um mesmo lugar e identificá-los como um grupo. Uma técnica muito vantajosa para o envio de mala direta. Com este tipo de informação a empresa pode enviar apenas uma comunicação para a residência de seus clientes, reduzindo os gastos e incomodando cada vez menos o cliente.

2.1.5 Acesso descentralizado

A finalidade do Database Marketing é não ficar dependente de profissionais de informática para gerar qualquer tipo de consulta. Para isso é necessária a construção de uma interface user-friendly para que os profissionais possam processar informações quando necessário, não precisando esperar um desenvolvedor para a criação de qualquer tipo de relatório.

2.1.6 Gerenciamento de campanhas

O Database Marketing possui uma vasta infra-estrutura para suportar todas as informações geradas pelas campanhas de marketing. Entre elas estão: armazenamento das campanhas, acompanhamento das campanhas em que o cliente participou e motivação do cliente para comprar o produto, ou seja, possui todo um histórico de participação do cliente nas campanhas realizadas pela empresa. Informações desta natureza são de grande utilidade por possibilitar medição do resultado. Com essas informações é possível identificar quais clientes não esboçaram reação a uma determinada ação, conseguindo, assim, medir como os clientes reagem às ações impostas a ele, quais gostam de ser contatados por uma nova campanha, quais não se interessam por propaganda, campanhas, promoções, etc.

2.1.7 Interface com sistemas de CRM

O Database Marketing tem como finalidade fornecer informações para os sistemas de Call Center, provendo informações sobre o histórico dos clientes, data de nascimento, últimas aquisições e formas de pagamento. Informações estas que são utilizadas para consultar a situação do cliente, mas também de uma forma ativa para venda de novos produtos, pois a atendente de Call Center possui todo o perfil do cliente, podendo realizar uma venda cruzada no momento em que o mesmo cliente entra em contato com a empresa.

2.1.8 Sistema de Loyalty (Programa de Fidelidade)

O Sistema de loyalty, mais conhecido como Programa de fidelização, está em evidência devido à sua ampla divulgação pelas empresas de aviação. É, também, uma funcionalidade do Database Marketing que tem como tarefa gerenciar o controle de pontuação dos clientes, o resgate de prêmios, e comunicações em datas especiais. Ressaltando que todas as regras são definidas pelos gerenciadores do plano de fidelidade e devem ser implementadas no Database Marketing.

3. Data Warehouse X Database Marketing

Muitas pessoas questionam: Quando é necessário o Database Marketing? Quando é necessário um Data Warehouse? Este tipo de dúvida é muito comum, não é necessário entender amplamente as duas ferramentas para resolver este problema. A tabela 1 mostra de forma simples como esclarecer esta dúvida.

Data Warehouse - Database Marketing

4. Data Mining

Um dos grandes problemas dos especialistas em análise de informação é a transformação de dados em informação. Como fazer isso de uma forma automatizada e no menor tempo possível? Uma das respostas para isso é a combinação de estatística convencional e técnicas de inteligência artificial, que resulta em uma técnica muito comentada nos dias de hoje, o Data Mining.

Os processos de Data Mining são extremamente complexos, além de ser um trabalho que dificilmente será resolvido apenas por um especialista em Data Mining. Em qualquer projeto de Data Mining é obrigatória a existência de um profissional com o conhecimento do negócio, pois ele possui domínio total do assunto. Para evitar que o resultado da modelagem não tenha a menor utilidade para apoiar uma decisão.

Para esclarecer o conceito de Data Mining, segundo (Naliato, 2000), o conceito de Data Mining flutua entre uma forma de estatística e um conceito revolucionário, agora aplicado ao mercado. Na verdade, o objetivo desta técnica é encontrar padrões ainda não descobertos nos dados, que possam gerar respostas corretas para novos casos. Este processo de busca e interpretação de padrões é tipicamente interativo e iterativo, envolvendo a aplicação repetitiva de métodos específicos de mineração de dados ou algoritmos e interpretações dos padrões gerados como resultado destes algoritmos.

Os problemas que podem ser resolvidos com Data Mining normalmente são divididos em dois grandes grupos: Predição e Descoberta de Conhecimento. A predição tem a finalidade de atingir um objetivo específico de acordo com casos ocorridos no passado, como o próprio nome já diz, com o objetivo de projetar respostas para novos casos.

A descoberta de conhecimento já apresenta uma maior abrangência ao suporte à tomada de decisão. Usa-se para resolver problemas que estão em um estágio antes da predição, ou melhor, onde não se conhece nenhuma informação.

Dentro destas duas linhas, existem várias técnicas. Na predição pode-se identificar duas:

- Classificação: A resposta será apresentada na forma de verdadeiro ou falso. Exemplo: Todo paciente que apresenta o vírus X está com gripe? A resposta será sim ou não.

- Regressão: A resposta será um valor numérico. Exemplo: Escore para o possível Churn (cancelamento da linha) de um cliente de uma operadora de telefonia celular.

Para descoberta de conhecimento existem as seguintes técnicas:

- Detecção de desvios: Identifica mudanças nos padrões anteriormente detectados. A técnica clássica para executar tal detecção é o teste de significância, por exemplo, média, variância, desvio padrão.

- Segmentação de bases de dados: O objetivo é dividir um problema em segmentos menores que formam grupos inter-relacionados.

- Clusterização: Processo semelhante à segmentação de bases de dados, mas parte do pressuposto que não se possui resposta previamente conhecida.

- Regras de associação: São regras que são formadas com informações existes na base de dados. São relacionamentos que, na grande parte das vezes, não são conhecidos pelo detentor do negócio.

- Resumo e visualização: O objetivo é encontrar descrições compactas dos dados e prover diferentes maneiras de apresentá-los. O nível de resumo ou detalhamento dos resultados é específico do tipo de usuário desta informação.

- Mineração de textos: A técnica pode ser definida com uma busca de tendências ou padrões, só que em vez de usar uma base de dados, são usados textos (documentos eletrônicos). Textos estes que podem ser transformados numa estrutura mais adequada para um processamento posterior, através de métodos de extração do conhecimento.

Como pode ser visto, existem várias técnicas de Data Mining que podem ajudar as empresas a encontrar informações para fomentar a sua tomada de decisão. Resta aos especialistas identificar a melhor técnica para o seu problema.

5. Conclusão

Várias técnicas, ferramentas e conceitos existem no mercado. Cabe às empresas identificarem qual é seu problema, como atacar o mesmo e, principalmente, como resolvê-lo. Estas perguntas serão de extrema importância para escolha da ferramenta ou técnica exata que deverá ser utilizada para a empresa atingir suas metas.

Não existe nada que possa comprovar que Data Warehouse é melhor que Database Marketing ou Data mining e vice-versa, mas existem conjuntos de particularidades que cada uma delas apresenta que irá adaptar-se de uma melhor forma ao problema que a empresa precisava resolver.

A conclusão que fica é que ferramentas, técnicas e conceitos existem, mas é necessário saber qual usar e como usar. Outra coisa que não se pode esquecer é que um projeto de apoio à tomada de decisão não é um projeto apenas de TI, mas sim um projeto de toda empresa, principalmente de quem conhece o negócio.

Referências

1. CARVALHO, D. R. Data mining através de indução de regras e algoritmos genéticos. 1999. 126 f. Dissertação (Mestrado em Informática Aplicada) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR, Curitiba, 1999.

2. INMON, W. H. Como construir o data warehouse. 3. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997. 388 p.

3. JACKSON, R.; WANG, P. Database marketing estratégico. Rio de Janeiro: NTC Business Books, 1997. 298 p.

4. NALIATO, F. C. Aplicação de técnicas de mineração de dados: estudo de caso em marketing direto. 2000. 121 f. Dissertação (Mestrado em Sistema e Computação) - Instituto Militar de Engenharia - IME, Rio de Janeiro, 2000.

5. NASH, E. Database marketing ferramenta atual e decisiva do marketing. São Paulo: McGraw-Hill , 1994. 270 p.

mfleal@celepar.gov.br
jeffcm@celepar.gov.br

A emergência da empresa virtual e os requisitos para os sistemas de informação

As Redes Socias – Organizacionais, como Instrumento de Gestão

19/08/2006

As Redes Socias – Organizacionais, como Instrumento de Gestão

* Por Vivianne Amaral
25/07/2006

“O uso mais geral para o termo ‘rede’ é para uma estrutura de laços entre os atores de  um sistema social. Estes atores podem ser papéis, indivíduos, organizações, sectores ou estados -nação. Os seus laços podem basear-se na conversação, afeto, amizade, parentesco, autoridade, trocas econômicas, troca de informação ou qualquer outra coisa que constitua a base de uma relação”

A compreensão  complexa dos fenômenos sociais, políticos e econômicos das organizações em rede resulta da confluência de uma série de estudos e da ação inovadora de pesquisadores em diversos campos das ciências físicas e naturais e da cibernética, num primeiro momento, e das ciências sociais num segundo momento, em que se procura abordar os sistemas sociais com um instrumental conceitual e teórico que tem origem na química, física, biologia e ciência de redes.

A base desta  compreensão é a abordagem sistêmica, decorrente da teoria dos sistemas e a identificação do padrão organizacional em rede como um elemento comum e  gerador dos sistemas vivos. Entre os pesquisadores envolvidos nessa construção de uma nova compreensão da vida e da sociedade podemos citar Ludwig von Bertalanffly, Eugene Odum, Ilya Prigogine, Norbert  Wiener, Humberto Maturana e Francisco J. Varela, Gregory Bateson, Niklas Luhmann, Pierre Lévy, Manuel Castells e Fritjof Capra.

O fato é que conceitos elaborados nas ciências físicas e naturais e na cibernética como o de padrão em rede, de estruturas dissipativas, autopoiesis, de sistema aberto, feedback, emergência,  ciclos de realimentação, entre outros, permitiram uma visão  complexa da dinâmica da vida social e cultural, colocando o foco nas relações horizontais e nas características sistêmicas dos fenômenos e processos.

Dentre estes conceitos, que são interdependentes, destaco como essencial para abordagem  do fenômeno das redes de articulação e de informação, o conceito de  padrão.

Entendendo-se padrão como a configuração das relações que os componentes de um sistema estabelecem entre si, podemos definir rede como “... um padrão de relacionamentos que conecta vários nós ou centros a muitos outros centros. São conexões de vários pontos para vários outros, não de um ponto para outros. Pode ser um padrão de reações químicas, de variáveis econômicas, uma teia alimentar de relacionamentos entre predador e presa, a rede neural do cérebro ou os complexos relacionamentos sociais de uma comunidade.”[1] Para entender um padrão temos que mapear a configuração de relações que esse estabelecem no sistema.

As redes de articulação e de informação, em suas diferentes configurações locais, indicam uma nova forma de organizar e vivenciar espaços de poder, em que a horizontalidade das relações, ou seja a insubordinação,  resulta  em experiências políticas investigativas e geradoras de uma nova forma de atuação coletiva, constituindo micro- esferas públicas, verdadeiros laboratórios de idéias e de lideranças.

Apesar das diferenças de configuração, as redes compartilham principalmente as seguintes características:

·        objetivos compartilhados, construídos coletivamente;

·        múltiplos níveis de organização e ação;

·        dinamismo e intencionalidade dos envolvidos;

·        coexistência de diferentes;

·        produção, reedição e circulação de informação e

·        empoderamento dos participantes; desconcentração do poder; multi-iniciativas; tensão entre  estruturas verticais & processos horizontais.

Vivianne Amaral –Jornalista,comunicadora social e ecologista, facilitadora da REBEA e editora do site www.rebea.org.br, consultora para animação, facilitação e acionamento de redes em processos coletivos. bioconex@uol.com.br

AUTOR: Vivianne Amaral –Jornalista,comunicadora social e ecologista

INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL: ferramenta ou processo

Marta Ligia Pomim Valentim

INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL: ferramenta ou processo
[Dezembro/2004]

A inteligência competitiva organizacional (ICO) vem sendo discutida ao longo deste ano, sob várias facetas, nesta coluna. Tenho afirmado que entendo a inteligência competitiva como um processo organizacional e não como uma ferramenta. Não acredito em inteligência competitiva organizacional apenas como uma ferramenta, porque se aplicarmos a inteligência competitiva entendendo-a desta forma, primeiramente não exploraremos os conceitos mais amplos da ICO, assim como estaremos entendendo inteligência competitiva organizacional como algo pontual que tem começo, meio e fim.

O processo de inteligência competitiva organizacional é entendido como um processo, justamente porque não tem começo, meio e fim. Este processo é trabalhado no ambiente corporativo de forma continuada. As pessoas são essenciais ao processo e, por isso mesmo, exige ele um modelo de gestão que viabilize sua continuidade, do contrário, o trabalho desenvolvido anteriormente se perderá ao longo do tempo.

Processo significa "[...] Sucessão de estados ou de mudanças [...] Seqüência de estados de um sistema que se transforma; evolução [...]"(1).

Ferramenta significa "[...] Conjunto de utensílios de uma arte ou ofício [...]"(1).

Estes conceitos, por si só, exprimem de forma clara se aplicados à inteligência competitiva, o meu entendimento. A inteligência competitiva organizacional como ferramenta, refere-se aos métodos e técnicas de prospecção e monitoramento informacional, bem como as tecnologias de informação utilizadas para tal atividade. A inteligência competitiva organizacional como processo, refere-se a um modelo de gestão que é sistêmico e se transforma a cada momento, bem como busca evoluir de um estado para outro supostamente melhor.

Discutir se a inteligência competitiva organizacional é uma ferramenta ou um processo, é necessário porque faz com que reflitamos sobre ela, assim como exige a percepção de todos os elementos que fazem parte dela.

Nesse sentido, para mim fazem parte do processo de inteligência organizacional: a) cultura e clima organizacional; comunicação informacional; prospecção e monitoramento informacional; gestão da informação; gestão do conhecimento; inovação; redes de relacionamento; tecnologias de informação; atores do processo; terminologia de especialidade, conforme figura abaixo:

O processo de inteligência competitiva organizacional trabalha a cultura e o clima organizacional, visando das pessoas da corporação uma atitude positiva em relação a geração/criação de conhecimento e ao compartilhamento/socialização da informação.

A comunicação informacional também deve ser objeto de atenção do processo de inteligência competitiva organizacional, pois é por meio dele que as informações e o conhecimento circulam no ambiente corporativo.

A prospecção e o monitoramento informacional, atividades base da ICO são desenvolvidas constantemente, de forma dinâmica e cíclica, exigindo uma avaliação contínua para dar consistência aos procedimentos de retroalimentação do processo.

A gestão da informação é fundamental para a ICO, pois trabalha os fluxos formais do ambiente interno e externo à organização, ou seja, trabalha no âmbito do conhecimento explícito.

A gestão do conhecimento, tão fundamental quanto a gestão da informação, trabalha os fluxos informais do ambiente interno e externo à organização, isto é, trabalha no âmbito do conhecimento tácito. É mais difícil de ser realizada, mas para isso utiliza-se de métodos e técnicas que auxiliam no atendimento do objetivo que é

criar um conjunto de estratégias para criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento, bem como estabelecer fluxos que garantam a informação necessária no tempo e formato adequados, a fim de auxiliar na geração de idéias, solução de problemas e tomada de decisão. (2)

O processo de inteligência competitiva organizacional alimenta a inovação no ambiente corporativo, assim como a inovação alimenta o processo de inteligência competitiva organizacional, portanto existe uma troca nos dois sentidos, ou seja, essa dinâmica é muito produtiva para a organização.

As redes de relacionamento são essenciais para o processo de inteligência competitiva, pois é a partir dos contatos tanto interno quanto externos à organização, que dados, informação e conhecimento circulam e são compartilhados.

Do mesmo modo as tecnologias de informação são fundamentais para a eficiência do processo de inteligência competitiva organizacional. Sem essas ferramentas tecnológicas pouco se pode fazer. Os elementos que compõem o processo de ICO necessitam dessas tecnologias para fornecerem resultados eficazes.

Os atores do processo de ICO, devem ser entendidos como pessoas de diferentes especialidades que trabalham em equipe, isto é, uma equipe multidisciplinar que atua de forma integrada, buscando a competitividade da organização.

Finalizando, a terminologia de especialidade, fundamental ao processo de ICO, permite que a linguagem usada nos sistemas que apóiam o processo de ICO, tenha consistência e unidade de sentido, resultando em maior eficácia de resultados.

______________________________________

1 FERREIRA, A. B. de H. Dicionário Aurélio básico da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2003.

2 VALENTIM, M. L. P. et al. O processo de inteligência competitiva em organizações. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 4, n. 3, p. 1-23, 2003.

Sobre Marta Ligia Pomim Valentim

Doutora em Ciência da Informação e Documentação (ECA/USP). Ex-Presidente da Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN), Professora do Depto de Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Autora de livros da área.

quinta-feira, junho 12, 2008

Digital Drops: Notebook com Projetor da Asus




Digital Drops: Notebook com Projetor da Asus: "A Asus apresentou um notebook equipado com um mini projetor durante a Computex 2008. Ele foi criado para profissionais fazerem suas apresentações com o PowerPoint diretamente do seu computador, e também para quem adora cinema e quer assistir a filmes em qualquer lugar."

Computers Run By Bacteria - Gizmo Watch


Computers Run By Bacteria - Gizmo Watch: "If you thought E. Coli bacteria only caused ailments, you are wrong. Scientists have found a way to use them to create simple computers capable of solving a classic math puzzle called the ‘Burnt Pancake Problem’. This could be the beginning of ‘living computers’ that could help fuel research in the areas of data storage, tissue engineering, bio technology etc. among other fields. The computer makes use of the in vivo system which exploits the storage capacity of DNA and the efficiency of molecular assembly. The amazing fact about this research is that further developments could help computers which work like DNA: Replication and cell division to create billions of parallel processors.
When we talk about bacteria, its only natural to imagine things going terribly wrong for which the scientists say that the biological safety valve which is under development would cause the whole system to abort if the cell population crosses a certain number. In fact, it works the same way as the traditional chip based computers do. The whole idea is to take the memory capacity and the storage capacity to a new level and also try and develop artificial neurons and cells or even bones and glia. Check out more pics here."

Samsung Grabs The 450 Mm Pie - Gizmo Watch


Samsung Grabs The 450 Mm Pie - Gizmo Watch: "The 450 mm wafers could trounce the monopoly of IC and chip-equipment and force them to file for insolvency. Well, this could be a hypothetical situation as the wafers are quite gamble and can trounce themselves into bankruptcy. In an industry which is fueled by minute by minute competition to produce something new, one cannot actually predict how thongs might turn out. Samsung, which might get to take the major step in this regard, can give other companies a tough time many of which may not be able to afford to shift to the new wafer size. Nippon, Brooks and Asyst are some companies which are quietly working on the wafers."

Artigo sobre introdução a Data Minning

Artigo sobre Inteligência Empresarial (EI) versus Inteligência de Negócios (BI)

Chapter 1: Introduction to Data Mining

Chapter 1: Introduction to Data Mining: "We are in an age often referred to as the information age. In this information age, because we believe that information leads to power and success, and thanks to sophisticated technologies such as computers, satellites, etc., we have been collecting tremendous amounts of information. Initially, with the advent of computers and means for mass digital storage, we started collecting and storing all sorts of data, counting on the power of computers to help sort through this amalgam of information. Unfortunately, these massive collections of data stored on disparate structures very rapidly became overwhelming. This initial chaos has led to the creation of structured databases and database management systems (DBMS). The efficient database management systems have been very important assets for management of a large corpus of data and especially for effective and efficient retrieval of particular information from a large collection whenever needed. The proliferation of database management systems has also contributed to recent massive gathering of all sorts of information. Today, we have far more information than we can handle: from business transactions and scientific data, to satellite pictures, text reports and military intelligence. Information retrieval is simply not enough anymore for decision-making. Confronted with huge collections of data, we have now created new needs to help us make better managerial choices. These needs are automatic summarization of data, extraction of the 'essence' of information stored, and the discovery of patterns in raw data."

Data Mining and Rasch Measurement


Data Mining and Rasch Measurement: "Data Mining and Rasch Measurement CRISP-DM, Linacre J.M. Rasch Measurement Transactions, Fall 2001, 15:2 p. 826-7
Data mining is finding useful relationships in large datasets. 'When you mine data (by 'drilling down'), you use data to improve your business by predicting and understanding behavior.' (Peter Frometa, SPSS Inc., 2001)
According to a press release, 'in May 1998, more than 20 key players in the data mining market met to discuss the first draft of a new process model, CRISP-DM ('CRoss-Industry Standard Process for Data Mining'). This is designed to help businesses plan and work through the complete data mining process - from problem specification to deployment of results. The core consortium consists of NCR, ISL, Daimler-Benz and OHRA. At the centre of the CRISP-DM project is a Special Interest Group (SIG) of data mining service suppliers and large-scale commercial users.'
Data mining employs a 6-stage approach to extracting meaning from business data. This parallels Rasch-based approaches to measurement construction in the social sciences. The Table below focusses on the Data Cleaning component of data mining. It is in marked contrast to the conventional 'data is inviolable' approach of social science research."

CRISP-DM - Home


CRISP-DM - Home: "About CRISP-DM
The CRISP-DM project developed an industry- and tool-neutral data mining process model. Starting from the embryonic knowledge discovery processes used in early data mining projects and responding directly to user requirements, this project defined and validated a data mining process that is applicable in diverse industry sectors. This methodology makes large data mining projects faster, cheaper, more reliable and more manageable. Even small scale data mining investigations benefit from using CRISP-DM."

Data Mining in a Scientific Environment

Data Mining in a Scientific Environment: "Abstract
Data Mining is a concept that is taking off in the commercial sector as a means of finding useful information out of gigabytes of data. While products for the commercial environment are starting to become available, tools for a scientific environment are much rarer (or even non-existent). Yet scientists have long had to search through reams of printouts and rooms full of tapes to find the gems that make up scientific discovery.
This paper will explore some of the ad hoc methods generally used for Data Mining in the scientific community, including such things as scientific visualisation, and outline how some of the more recently developed products used in the commercial environment can be adapted to scientific Data Mining."

KMINING: Business Intelligence, Knowledge Discovery, Data mining


KMINING: Business Intelligence, Knowledge Discovery, Data mining: "Business Intelligence (BI) - Set of numerous techniques, methods and tools for gathering right data and turning it into knowledge and competitive wisdom. (Definition by Kmining.com)

Knowledge discovery in databases (KDD)
- is the (iterative and interactive) nontrivial process of identifying valid, novel, potentially useful, and ultimately understandable patterns in data. [Fayyad96]"

O BI e a Análise do Ambiente - João Sidemar Serain - B. Intelligence




O BI e a Análise do Ambiente - João Sidemar Serain - B. Intelligence: "O BI e a Análise do Ambiente
A Análise do Ambiente é o processo de identificação de oportunidades, ameaças, forças e fraquezas que afetam a empresa no cumprimento da sua missão. Tomemos como exemplo uma ostra.
Um pequeno grão de areia invade seu interior, e por algum tempo ela precisa conviver com aquele ser estranho dentro de si, o que deve provocar certo desconforto, mas com o passar do tempo, aquilo que antes era um grão de areia, transforma-se numa valiosa pérola.
Neste caso vemos que um fator externo agiu sobre a ostra, transformando uma ameaça em uma oportunidade. Este é um caso simples, mas que podemos trazê-lo para o mundo dos negócios.
Para os que temem mudanças, Peter Drucker adverte: 'Mudanças são oportunidades. Podem ser vistas como ameaças por muitos executivos - mas todas precisam ser exploradas como uma oportunidade - para fazer algo de diferente, algo de novo e, acima de tudo, para fazer algo melhor, algo mais produtivo e lucrativo'.
As oportunidades podem estar em qualquer lugar e surgir a qualquer momento. São janelas que se abrem por certo tempo e se fecham rapidamente. Isto pode acontecer tanto em nossas vidas como também dentro das empresas."

Data Warehousing Review - Data Warehousing Overview


Data Warehousing Review - Data Warehousing Overview: "Data Warehousing is open to an almost limitless range of definitions. Simply put, Data Warehouses store an aggregation of a company's data.
Data Warehouses are an important asset for organizations to maintain efficiency, profitability and competitive advantages. Organizations collect data through many sources - Online, Call Center, Sales Leads, Inventory Management. The data collected have degrees of value and business relevance. As data is collected, it is passed through a 'conveyor belt', call the Data Life Cycle Management.
An organization's data life cycle management's policy will dictate the data warehousing design and methodology."

MATHEMETRICA - Services


MATHEMETRICA - Services: "Mathemetrica has numerous solutions or consulting services, all covering the complete spectrum of the Data Warehousing, Business Intelligence and Predictive Analytics industry. If you can not see how Mathemetrica can add value to your enterprise, then please Contact Us and we will show you at no additional cost exactly how we can add great value to your Business objectives."

Data warehouse concepts


Data warehouse concepts: "Data warehouse
Data Warehouse is a central managed and integrated database containing data from the operational sources in an organization (such as SAP, CRM, ERP system). It may gather manual inputs from users determining criteria and parameters for grouping or classifying records.
That database contains structured data for query analysis and can be accessed by users. The data warehouse can be created or updated at any time, with minimum disruption to operational systems. It is ensured by a strategy implemented in a ETL process."

Guide to Data Warehousing and Business Intelligence


Guide to Data Warehousing and Business Intelligence: "What is a Data Warehouse? What is Business Intelligence? This paper introduces BI and DW concepts. It puts Data Warehousing into a historical context and discusses the business drivers behind this powerful new technology."

quarta-feira, junho 11, 2008

Info CORPORATE - Notícias - CEOs querem uma TI que se adapte às mudanças

Info CORPORATE - Notícias - CEOs querem uma TI que se adapte às mudanças: "SÃO PAULO - Um estudo realizado pela IDC descobriu que os CEOs brasileiros querem que a Tecnologia da Informação de suas empresas consiga se adaptar às mudanças.
A pesquisa foi realizada com 187 CEOs, vice-presidentes de negócios e decisores de TI de empresas brasileiras, argentinas e mexicanas.
A preocupação dos comandantes do Brasil não é a mesma de seus pares latino-americanos. Segundo a IDC, na Argentina e no México as empresas tendem a preferir uma TI que garanta a confiabilidade e continuidade das operações e adote soluções de maneira eficiente."

ASUS UFOTO UF735: Style Minus The Substance - Gizmo Watch


ASUS UFOTO UF735: Style Minus The Substance - Gizmo Watch: "Digiframes are becoming hot living room and work table accessories by the passing day with them flaunting plenty of functionality in addition to their primary function of displaying photos. Recently, we had Fidelity Electronics coming out with a digital photo frame that had a humongous memory of 80 GB to catch the consumers attention. Not to be outdone, ASUS has announced it’s UFOTO UF735 digiframe that can double up as your PC’s secondary display. Apart from this little bit of gimmicky innovation and it’s ravishing looks, the UFOTO has pretty much the same specifications as the other basic digital photo frames in the market. Read that as MP3 support, a 128MB memory, a headphone jack and lest we forget, it’s main function of displaying digital images. On the whole, the ASUS’s UFOTO UF735 looks more like a gimmicky digital photo frame than something that has enough substance for us to stand up and take notice.
Via: GadgetsAddict"

Digicam Essentials: SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo Card - Gizmo Watch


Digicam Essentials: SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo Card - Gizmo Watch: "If you are a proud owner of a stellar Sony digicam, just like yours truly, this SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo Card is for you. It doesn’t really matter if you are just starting out as an amateur or even if you’re a professional in the biz with a gazillion years of experience because this memory card offers something to every one. With read and write speeds of 30 MB per second, the SanDisk Extreme III Memory"

Digital Drops: Voodoo Envy, Um Notebook Mais Fino que o Air






Digital Drops: Voodoo Envy, Um Notebook Mais Fino que o Air: "O notebook Voodoo Envy 133 conseguiu superar o MacBook Air, e se tornou um dos notebooks mais finos do mundo, com apenas 1.78 cm de espessura, embora o Air ainda mantenha a ilusão de ser ainda mais fino, por causa das suas bordas."

Digicam Essentials: SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo Card - Gizmo Watch

Digicam Essentials: SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo Card - Gizmo Watch: "If you are a proud owner of a stellar Sony digicam, just like yours truly, this SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo Card is for you. It doesn’t really matter if you are just starting out as an amateur or even if you’re a professional in the biz with a gazillion years of experience because this memory card offers something to every one. With read and write speeds of 30 MB per second, the SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo memory cards can survive even the most extreme temperature functioning superbly in temps as drastic as 13 to 185 degrees Fahrenheit or -25 to 85 degrees Celsius, even if you, the photographer might find it hard to bear! The best part is that this astounding memory card comes with a lifetime warranty and exclusive RescuePRO for recovering deleted images, which of course may not be so good for you if you’re having an affair behind your spouse’s back and take your cam on “secret meetings” ever so often. But for other regular Joes and Janes, the SanDisk Extreme III Memory Stick PRO-HG Duo card is an absolute boon retailing for $89.99 for a 4GB card and $149.99 for an 8GB card.
Source: Far East Gizmos"

Is It Really Possible To Build A 'conscious Machine' ? - Gizmo Watch


Is It Really Possible To Build A 'conscious Machine' ? - Gizmo Watch: "How would you build a conscious machine? Well to begin with I’d get Life Insurance and then take my brain and put it in a jar and freeze my body. Then hundreds of years later wake me up and transplant me into an IronMan. Yes, I partially got that idea from the movie IronMan and from Futurama. I’m still going to do it though. But more to the point, Christof Koch and Giulio Tononi both have good points of in their articles that they wrote on consciousness and robots. Strictly speaking, I do not believe we will be able to “evolve” machines into having a conscious self because in the first place we have to give them that consciousness so, actually they are only conscious of what you tell them. So, if you tell them 2+2=5 then to them, that is the answer. But in reality it is 4, but do they know any different? The whole way to go about this is in an adverse way and giving them their own room to evolve naturally and adapt."

SanDisk Comes With Enriched Data Storage SSDs For Sub-laptops - Gizmo Watch


SanDisk Comes With Enriched Data Storage SSDs For Sub-laptops - Gizmo Watch: "We are familiar with sub-laptops and their advantages. Here is some good news for the users of sub-laptops. They will now get enriched data storage solid-state drives (SSDs). SanDisk Corp., the noted flash memory-based data storage cards maker, has launched its enriched storage-capacity SSDs for notebooks. The data storage capacity of these SSDs varies from 4GB to 16GB. It is compatible with both Linux and Microsoft Windows XP OS. Built in line with SanDisk’s Multi-Level Cell (MLC) and Single-Level Cell (SLC) flash memory, the SSDs provide a tremendous read speed of 39Mbytes/s and a streaming write performance of 17Mbytes/s. One of the greatest advantages of these SanDisk pSSD (Parallel ATA Solid State Drive) is that they don’t require a hard disk drive, but can store both the operating system and application data for the netbooks. SanDisk is likely to launch the drives in August.
Via: RegHardware"

Honlai Unveils Palm-sized MP100 Mini LED Projector - Gizmo Watch


Honlai Unveils Palm-sized MP100 Mini LED Projector - Gizmo Watch: "Honlai Technologies have come up with this fantastic MP100 mini LED Projector. It’s futuristic palm-sized funky shape is going to be combo of style and ease of use. Though the details have not been revealed yet, MP100 makes use of LCoS micro projection technology that produces images of pixel count 640X480 anywhere between range of 5 inches to 37 inches. It’s going to have a contrast ratio of 200:1 and the lamp is going to last for good long 20000 hours. MP100 seems to be ideal for small presentations in boardrooms. Official price yet to be released.
Source: ubergizmo"

UK Researchers Develop Self-replicating Robot - Gizmo Watch


UK Researchers Develop Self-replicating Robot - Gizmo Watch: "researchers have developed a unique robot that can replicate its own parts and create 3D plastic objects. Known as RepRap, this wonderful machine is the brainchild of Dr. Adrian Bowyer from the University of Bath. RepRap works like a printer. However, it does not squirt ink on to paper. It uses additive fabrication technology to print thin layers of molten plastic, which then solidify to make three-dimensional objects like door handles, sandals and coat hooks. The robot can also create its own 3D-printed parts."

Miniature Digital Delight: Flip Video Mino To Make Its Grand Debut! - Gizmo Watch


Miniature Digital Delight: Flip Video Mino To Make Its Grand Debut! - Gizmo Watch: "Small is truly in and small is the true direction in which modern science is moving and the final frontier is no longer just the vast cosmos that surrounds us but is the minute nanotechnology that seems to hold the key to every problem that the planet face today. More than solving the problems this one though is all about comfort, indulgence and style that you can carry around and flaunt. The all new Flip Video Mini is all that and more and it is all set to hit the stores around you very soon. (Of course depending on where you live, that is)"

Bionic Hand Bags MacRobert Award - Gizmo Watch


Bionic Hand Bags MacRobert Award - Gizmo Watch: "i-LIMB, the world’s first commercial available bionic hand, has bagged the 2008 Royal Academy of Engineering MacRobert award. It is the highest award given for the noticeable achievement in field of technology. Scottish company Touch Bionics has developed this prosthetic device after the decades of intense research. The bionic hand works like a real human hand enabling amputees to do all kinds of work."

Tripp Lite Unveils A 19-inch Deep Rackmount Console - Gizmo Watch


Tripp Lite Unveils A 19-inch Deep Rackmount Console - Gizmo Watch: "The newest baby from the house of Chicago based Tripp Lite is their new 19-inch deep Rackmount Console, that is dubbed as B021-000-19-SH. This space-saver is designed for small portable racks and similar installations that use KVMs or servers that have PS/2 or USB connectors. The 19 in its name undoubtedly stands for the 19-inch LCD with1024 x 768 resolutions. It also features a full 104-key keyboard and touch pad. This console provides a complete solution in a 1U rackmountable pull-out housing that has an installed depth of 19 inches, making it ideal for ambulances and other emergency vehicles where standard consoles won’t fit."

findJAR - Mais um motor de busca. - 2.0 WEBMANIA - Portugal, a Web 2.0, o Mundo e a Internet


findJAR - Mais um motor de busca. - 2.0 WEBMANIA - Portugal, a Web 2.0, o Mundo e a Internet: "O findJAR é um motor de busca direccionado para a pesquisa de ficheiros JAR. A pesquisa pode ser efectuada por classe ou ficheiro JAR. Esta ferramenta disponibilizada pela SerFish, garante desde já o acesso a aproximadamente 2.000.000 de classes e a cerca de 16.000 ficheiros JAR."

Free Upload Share - Ainda mais alojamento e partilha de ficheiros. - 2.0 WEBMANIA - Portugal, a Web 2.0, o Mundo e a Internet


Free Upload Share - Ainda mais alojamento e partilha de ficheiros. - 2.0 WEBMANIA - Portugal, a Web 2.0, o Mundo e a Internet: "O Free Upload Share é mais um serviço de alojamento e partilha de ficheiros criado à imagem e semelhança do, recentemente renovado, Rapidshare. Como pontos fortes este Free Upload Share (FUS) apresenta um espaço de 10GB para as contas gratuitas e um limite de 500MB por ficheiro. Não precisa de efectuar o registo para utilizar o serviço mas, tal como noutros serviços desta natureza, não poderá gerir de forma conjunta os ficheiros enviados caso opte por não se registar."

DuoFertility USB Skin Patch Helps Couples Plan A Baby - Gizmo Watch


DuoFertility USB Skin Patch Helps Couples Plan A Baby - Gizmo Watch: "After the launch of the USB pregnancy test, it was only a matter of time before the technology was used in more birth-related gizmos. Joining the ranks of numerous DIY home medical tests is DuoFertility, a heat-sensing skin patch that records temperature of the woman wearing it to establish the baseline of her body’s basal temperature (BBT) which indicates the time of ovulation. Created by a company founded by Cambridge University PhD students, the patch records over 20,000 more temperature readings than other fertility temperatures and records them through the included reader or via a USB download on any compute helping couples plan conception. Costing around $1,000, DuoFertility is expected to hit European markets later this year.
Source: Everything USB"

Will Voodoo Snatch The Title Of Thinnest Notebook? - Gizmo Watch


Will Voodoo Snatch The Title Of Thinnest Notebook? - Gizmo Watch: "Every new day we have newer products striving to stay afloat in this ocean full of gizmos that are touted to be the biggest, largest, smallest, lightest and more. Obviously when Macbook was launched as the world’s thinnest notebook, it was anticipated that someone would embark on a task to outdo Apple very soon. Since the blogoshpere is buzzing with rumors of something special coming our way from Voodoo, everyone wants to grab an opportunity to fuel the fire further. The latest attempt is by a Macenstein reader Michael. And since we are going to believe his bit of juicy add-on, it is not surprising to know that Macbook may loose its honor of being the most thinnest notebook to a much slimmer Voodoo notebook. Hopefully on 10th of this month.

This guy has actually managed to catch up with CEO of Voodoo, Rahul Sood, on Facebook. It is there that Mr. Sood asked Michael to stick around and wait for……for something special. Hyping the suspense, it better be an ultra thin laptop that we all are waiting to pounce on.
Via Macenstein"

terça-feira, junho 10, 2008

INFO Online - Dezembro/2007 - zap! - O Google que se cuide


INFO Online - Dezembro/2007 - zap! - O Google que se cuide: "O Google já era. Já era? Vamos com calma. Essa é a companhia mais valorizada do mundo. Eu continuo sendo pessoalmente um entusiasta de seus muitos serviços. O Google continua reinando na web 2.0 com seu correio, seus serviços de escritório, seus mapas, seus blogs... E aí a gente quase esquece que o Google começou como um simples mas muito eficiente sistema de buscas na internet. Sabemos o resultado disso. Hoje não fazemos buscas na rede. Damos um Google. Pois se o Google não se cuidar, passaremos a inventar novas expressões. Apesar de todo seu crescimento, continua a procurar as coisas mais ou menos do mesmo jeito. Às vezes acha. Às vezes nos confunde. Uma nova geração de serviços de busca foi capa recente da revista Newsweek. Alguns desses serviços eu nem imaginava que existiam. Resolvi fazer um testsearch. Cheguei a eles, é claro, via Google..."

Digital Drops: HP TouchSmart com Tela Touchscreen de 22”







Digital Drops: HP TouchSmart com Tela Touchscreen de 22”: "A HP está lançando duas novas versões do seu PC TouchSmart, o IQ504 e o IQ506, com tuner de TV. Os dois são bem mais finos e compactos do que o modelo original, e tem ótimas especificações como tela touchscreen widescreen de 22”, processador Intel Core 2 Duo, até 4 GB de RAM, HD SATA de 320 GB (IQ504) e 500 GB (IQ506), placas gráficas Intel X3100 e NVIDIA GeForce 9300 M (dependendo do modelo), Bluetooth e Wi-Fi 802.11 b/g/n."